09 dezembro 2010

A aventura a ir cortar o cabelo

Hoje fui cortar o cabelo um pouco ( pronto ja sei que alguns de vocês já vão começar a chamar alguns nomes, porque homem que é homem não vai cortar o cabelo só um pouco, vai cortar o cabelo, pronto, não vai cortar um cabelo um pouco, mas para esses eu digo para irem comer naquele sitio por onde as galinhas metem os ovos ).
É num cabeleireiro onde a maior parte dos clientes são gajas, quer dizer nem sei se aquilo não será só de mulheres, lol, mas é onde a baixinha vai e eu comecei a ir também e elas começaram-me a cortar o cabelo também, sempre que la vou sinto-me como um naco de carne na etiopia ( tudo a olhar e tudo a quer comer ).
Isto de ir a um cabeleireiro onde so estão mulheres é so rir, elas por vezes devem esquecer-se que eu estou ali e começam com umas conversas entre elas que só ouvido, eu reproduzi-las aqui voces não acreditam, quer dizer as mulheres que estão a ler isto devem saber do que estou a falar né?
Então ta la uma brasileira nova só a lavar cabelos, foi a primeira vez que a vi la, á medida que me está a lavar o cabelo que parecia mais uma massagem do que uma lavagem, começa com uma conversa com aquele sotaque meloso das brasileiras ( que alguns de vocês já ouviram certamente numas casas de diversão nocturna e que depois me contaram ):
- Ai menino você tem uma cabelo tão bonito, fica tão bem em você.
- Acha? perguntei eu
-Acho sim, voçe vai cortar ele todo ou vai so acertar as pontas um pouco?
- Só cortar um pouco.
 E depois de eu responder isto ela faz ali um silencio de alguns segundos baixa a cabeça e só faz um som, assim tipo, ahhhhh,  mas um ahhhhh baixinho quase com um segredo no ouvido num filme erotico.
Bem eu fiquei na expectativa no que aquilo ia dar, parecia que aquilo ia dar num daqueles filmes digamos "alternativos".
No fim fiquei na duvida se havia de lhe ter ido pôr 10 euros no elástico das cuecas ou não...

1 comentário:

Mãe e Pai Borboleta... disse...

Oh pá, só tu mesmo!!! És demais!!! :)
O que eu me fartei de rir com este post!

Joka