15 dezembro 2008

Hospor

Ora após ter feito a ressonância magnética no hospital aqui á uns tempos e saber que só devo ter consulta mais ou menos na altura que o Vale e Azevedo voltar para Portugal o que deve demorar, fui ao médico de família para fazer outra ressonância para ficar para mim para puder consultar um especialista. Depois de ligar para montes de sítios e constatar que ninguém faz este tipo de exames pelo sistema nacional de saúde, a solução era pagar. O sitio onde encontrei mais barato ( 200 aerios cada joelho , o que deu a modica quantia de 400 aieros) foi no hospital de Santiago perto de Setúbal, onde fui hoje, e vi o que devia ser o exemplo de um hospital publico, pessoal simpático, eficiente e pontual, estava marcado para as 14.30 e não é que entrei ás 14.30, 20 minutos cada joelho, sair e pagar, tudo sem muita demora. Porreiro. E as recepcionistas tinham uns fatinhos á maneira que dava para ir lavando a vista á passagem de cada uma. Se tivesse musica ao vivo ainda voltava lá mais umas vezes com uns amigos.
Bem e agora vou ali apanhar a roupa ( que marido exemplar pensam algumas ) senão com o vento que está ainda tenho de a ir buscar á serra da arrabida.

2 comentários:

Jo disse...

conheco esse hospital! ja ai estive a visitar uma amiga que foi operada e fiquei estupefacta com o quartinho dela... melhor do que o de muitos hoteis! e a vista?
fiquei com excelente opiniao desse hospital

Rafeiro Perfumado disse...

Dá graças por não seres um cão ou um gato, a brincadeira ficava-te em 800 euros!

Abraço!