29 novembro 2010

O dia D ou dia M de molhado

Ora a partir de hoje já posso andar com a bichinha nova sem problemas.
Hoje foi o dia de fazer o exame de mota, depois de me ter inscrito na primeira semana de Outubro e de ter passado no de código no principio de Novembro, hoje foi o dia de exame de condução, apesar de já andar de mota á muitos anos, em exame é sempre diferente e ia um bocado apreensivo, já tinha visto no site da meteorologia que ia chover hoje, mas se tivesse chovido tinha sido bom, o que apanhei foi um autêntico diluvio, as estradas mal se via o alcatrão, era só agua, parecia a baixa de Sacavém nas ultimas cheias que vi na televisão, a uma dada altura estava parado num semáforo e quase que posso jurar que parou um barco ao pé de mim, se não era podia ser, com tanta agua, parecia mais um rio que uma estrada.
O exame foi no Barreiro, que eu não conhecia nada, fomos umas horas antes para reconhecer o percurso, mas no meio daquela agua toda foi difícil reconhecer alguma coisa, mesmo completamente equipado com fato, luvas e protecções nos pés a agua mesmo assim entrou, acabei o exame encharcado e quando metia o pé no chão, via sair agua pela parte de cima das botas, foi um espectáculo.
O que interessa meus amigos ( amigos e aqueles que não gostam de mim, mas que eu sei que continuam a visitar aqui a chafarica, porque são tão tristes que não têm mais nada que fazer, mas um abraço para esses também, porque hoje estou contente ), é que a partir de hoje já vou andar um bocadinho mais depressa e mais seguro.
Gostava de deixar aqui um forte abraço á escola de condução onde tirei a carta ( cliquem aqui ), a escola de condução de Hélder Pereira no Fogueteiro, foi uma agradável surpresa o profissionalismo, a simpatia e querer que o aluno se sinta bem e que passe nos exames a que se propõem. Aqui não estão interessados em que o aluno chumbe uma ou duas vezes para ter de ir a exame novamente e assim ganharem mais dinheiro, dinheiro esse que inicialmente fizeram o grande desconto e que ás vezes nos leva a ir ao mais barato e no fim fica mais caro. Esta escola parece que é uma grande família, onde toda a gente trabalha para realmente ensinar com qualidade e não querer só receber o dinheiro.
Se quiserem tirar a carta ou alguém conhecido que vá inscrever-se esta escola é de valor, podem ir á confiança, digam que vão da minha parte e todos os dias que lá forem podem beber um café nespresso de borla, mas só se disseram que vão da minha parte ( ou então é por que há lá uma maquina para os alunos beberem um cafezinho, eh eh eh ).
E agora vou só ali ver se parou de chover para ir por a CBR a comer asfalto. Adiosssssssss.

1 comentário:

Paula, Tomás e Salvador disse...

Apesar de ter um medo horrível de andar de moto, já deu para perceber que a ti te dá grande prazer, por isso desejo-te que sejas feliz e que dês uns grandes passeios da tua mota!

Toma cuidado contigo! :)